Alterações no corpo causadas por Diabetes

Antes de começar é importante lembrar que manter uma alimentação adequada considerando sempre o que o diabetico pode comer é extremamente importante para evitar várias complicações no organismo.

Os profissionais recomendam o curso de mega hair, pela qualidade do conteúdo aplicado no curso de alongamento de cabelo.

Se você tem diabetes um simples probleminha nos pés, mesmo sendo simples, pode tornar um problema muito sério. Dano aos nervos é uma das causas mais comuns, também conhecido como neuropatia, e também a má circulação.

As complicações geralmente causam formigamento, dor (são percebidas em forma de ardência ou de picadas), perca de sensibilidade no pé, fraqueza. Isso dificulta a percepção de calor, frio e até mesmo um machucado, como por exemplo se você pisar em algo e machucar os pé, pode não perceber no momento do corte. E quando notada, ao machucado poderá estar bem pior e infeccionado.

Os danos causados nos nervos pode gerar mudanças na forma dos pés e dos dedos. Sempre consulte um médico e peça orientação sobre sapatos terapêuticos especiais, não insista com o uso de sapatos comuns, isso pode te prejudicar muito com dores e aumento das lesões nos pés.

Pele dos pés e calos

É comum que a pele dos pés tenha alterações, ficando muito seca, o que favorece o surgimento de feridas ou rachaduras. Isso pode acontecer uma vez que os nervos que controlam a produção de óleo e umidade estão danificados.

É recomentado que realize massagem nos pés com um bom creme hidratante após o banho para não permitir que a pele fique desidratada. Dica Importantíssima: Entre os dedos evite passar creme, porque a umidade excessiva pode favorecer a proliferação de micro-organismos e consequentemente infecções.

É comum que apareça com maior frequência calo nos pés de pessoas com diabetes, uma vez que é um a parte do corpo com alta pressão, ou seja, aguenta nosso peso durante todo o dia.

Se os calos não for bem tratados podem transformar em úlceras, ou seja, feridas abertas. Então fique atento a essa dica: Nunca corte os calos você mesmo e nunca use agentes químicos, isso pode provocar queimadura na sua pele. Tenha bastante cuidado na manicure, não permita que lixem o seu pé e certifique-se que todos os utensílios são devidamente esterilizados. Caso precise solicite uma avaliação médica e peça a indicação de um bom podólogo.

Uma medida que está liberada é o uso de pedras-pomes, todos os dias, para manter os calos sob controle. O ideal é que a pele esteja ainda úmida e que você aplique um creme hidratante, indicado pelo seu médico, logo depois do uso.

As feridas abertas ocorrem com maior frequência na planta do pé ou embaixo do dedão. Quando surgem nas laterais, pode ter sido causado por sapato inadequado. Caso a circulação nos pés esteja muito ruim, pode existir uma ação de um cirurgião vascular e os demais tratamentos podem ser feitos com a limpeza adequada e o uso de proteções especiais para os pés.

Infelizmente o diabetes prejudica muito a circulação, mas isso se agrava ainda mais com o uso de cigarro, pressão alta e desequilíbrio nos níveis de colesterol. Logo a má circulação, prejudica no combate às infecções e retarda a recuperação das úlceras nos pés.

IMPORTANTE: Mesmo as feridas que não doem devem ser avaliadas imediatamente. Desprezá-las pode ser o início infecções mais sérias – e elas podem levar até à perda de um membro.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma resposta