Complicações que a diabetes pode causar – Doença Renal

Antes de entrarmos no assunto é importante ressalvar que o controle adequado da taxa de glicemia e controlar o que o diabetico pode comer reduz muito os riscos de um pessoa com diabetes desenvolver alguma complicação. O diabetes é uma doença com muitas incertezas, mas quem tem o problema poderá sim viver uma vida normal, sendo ativo, saudável e feliz.

O curso de depilação tem sido um dos mais recomendados entre os profissionais da área, veja como ser uma profissional com o curso de depilação egipcia.

Mas se não houver acompanhamento das altas taxas de glicose no sangue, podem ajudar algumas complicações no organismo. Saiba um pouco mais sobre elas e aprenda a identificar os sintomas:

Doença nos rins

Os rins são os filtros do organismo que removem os resíduos do sangue e infelizmente o diabetes pode trazer danos aos rins, afetando sua capacidade de filtragem.

E como isso ocorre no organismo? Bom.. O processo de digestão dos alimentos gera resíduos no nosso organismo, ou seja, são as substâncias que o corpo não vai utilizar, passam pelos capilares e vão compor a urina. As substâncias que são úteis ao organismo, por exemplo as proteínas, continuam circulando no sangue.

O maior problema é que os altos níveis de açúcar fazem com que os rins filtrem muito sangue, sobrecarregando nossos órgãos e fazendo com que as substâncias úteis (vitaminas e proteínas) acabem sendo expelidas pela urina.

Quando a doença renal é diagnosticada precocemente, na fase da microalbuminúria, existem vários tratamentos que ajuda a evitar o agravamento do problema.

Mas se detectada com mais tempo, na fase da macroalbuminúria, a complicação é chamada de doença renal terminal. Isso significa que com o passar do tempo, o estresse e sobrecarga nos órgãos fez com que os rins perdesse a capacidade de filtragem. Diante disso os resíduos acumulam no sangue e os rins começam a falhar. Neste caso, o paciente vai precisar de um transplante ou de sessões regulares de hemodiálise.

É importante lembrar que nem todas as pessoas com diabetes vai desenvolver Doença Renal, o que pode favorecer o aparecimento da complicação é o baixo controle da da taxa glicêmica e fatores genéticos.

Quais são os sintomas e como posso evitá-los?

Os sintomas são bem variados e são similares com os sintomas de outras doenças, mas os mais comuns são: Falta de apetite, perca de sono, dor de estômago, dificuldade para se concentrar e fraqueza. Geralmente os sintomas aparecem quando o quadro da complicação está mais grave.

Desta forma é recomendação que toda pessoa eu tenha diabetes, Tipo 1 e Tipo 2, faça um exame de pesquisa da microalbuminúria, no mínimo uma vez por ano. Se existir qualquer alteração o exame deve ser repetido. Isso ajuda com que o paciente receba o tratamento adequado. É importante consultar um médico de forma regular.

A melhor e principal forma para evitar a doença renal é manter o controle diário da glicose. Se você controlar bem sua taxa glicêmica, a chance de desenvolver microalbuminúria reduz mais de 30%. E um controle mais rígido pode reverter o quadro ou até mesmo impedir que ele evolua para doença renal terminal.

O segundo controle primordial é a pressão arterial, uma vez que não mantendo o controle pode acelerar o avanço da doença. Para manter o controle da pressão é importante manter uma alimentação saudável, ou seja, sempre fique de olho nos alimentos para diabéticos e mantenha uma dieta regular.

As indicações Perder peso, comer menos sal, evitar álcool e tabaco e fazer exercícios regulares estão entre as indicações para fazer esse controle.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma resposta